5 sinais de problemas gerados pelo desequilíbrio emocional e como identificá-los

5 sinais de problemas gerados pelo desequilíbrio emocional e como identificá-los Nós criamos boa parte dos nossos problemas. Escreveu Timothy Gallwey, considerado o criador da metodologia de Coaching. A boa […]

5 sinais de problemas gerados pelo desequilíbrio emocional e como identificá-los

Nós criamos boa parte dos nossos problemas. Escreveu Timothy Gallwey, considerado o criador da metodologia de Coaching.

A boa notícia é que se nós criamos boa parte dos nossos problemas. Nós também podemos evitar que eles aconteçam!

A chave é descobrir e identificar quando determinado padrão comportamental se manifesta, impedindo  assim, as consequências indesejadas.  Além de economizar tempo, energia e dinheiro ao evitar o impacto do problema em sua origem.

Já o desequilíbrio emocional possui como característica as variações no humor e facilidade em “sair do padrão” frente a imprevistos e acontecimentos negativos. Os desafios diários, as tensões emocionais no trabalho, relacionamentos afetivos, as frustrações e a imposição para se adequar a determinados padrões favorecem a sobrecarga emocional, gerando assim o desequilíbrio.

5 sintomas de desequilíbrio emocional:

1) Irritabilidade

Um dos sinais mais evidentes. Quando não consegue lidar com situações adversas da vida com serenidade, a irritação aparece.

2) Baixa Concentração

A dificuldade de se concentrar nas tarefas do dia a dia e a frustração por não conseguir completá-las incomodam quem sofre com o problema.  Muitas vezes a baixa concentração é sinal que o corpo e mente passam por momentos de estresse, tensão ou desequilíbrio emocional.

3) Ausência de Equilíbrio

Conhece alguma pessoa que “esquenta a cabeça” fácil  ou guarda mágoa? Nenhum dos dois é o ideal você sabe. Quem está emocionalmente desequilibrado tende a deixar as emoções mais suscetíveis do que a razão e acabam tomando atitudes desnecessárias, tais como arrumar briga na fila do supermercado ou no trânsito, por exemplo.

4) Dores no corpo

O corpo físico é como se fosse um espelho dos pensamentos, crenças e emoções de um individuo. Sempre que algo não está legal, o corpo encontra uma forma de sinalizar que há algum problema. É assim que surgem dores e doenças como por exemplo as dores nas costas e dores de cabeça que podem ter origem no desequilíbrio emocional.

5) Noites em claro

Quem sofre com um desequilíbrio emocional tende a passar noites em claro. Preocupações, ansiedade, traumas, mudanças, maus hábitos e condições médicas específicas podem fazer com que uma pessoa apresente períodos de insônia e até desenvolver insônia crônica, trazendo prejuízos à qualidade de vida.

Você já parou para pensar que a felicidade e a confiança, afinal de contas, são emoções? E se a emoção está em você, significa que você pode liderar sua reação, frente ao seu sentimento.

Assim como acontece em uma partida de Tênis. O jogador durante a partida errando ou acertando a bolinha fica literalmente sem tempo para se lamentar ou comemorar. Em uma fração de segundos o jogo reinicia e ele tem que manter o foco em seu alvo, no seu plano e calcular onde a bolinha vai cair,  rebatendo com assertividade.

Na vida a lógica é a mesma!  Apenas sem a pressão da “bolinha voando”….
É você quem lidera o seu tempo e sua intensidade. Escolhendo, decidindo o que vê, ouve e sente, e como e, em que tempo escolhe reagir ao que te acontece.

“Você não é produto das circunstâncias, você é produto das suas decisões.” Atestou Viktor Frankl. Psicólogo, psiquiatra, filósofo e sobrevivente dos campos de concentração. Afirmando ainda que  “cada pessoa tem o livre arbítrio de liderar a sua própria vida e seu tempo.”

Acredite ou não as emoções estão presentes em todas as situações da vida e, quando elas estão desalinhadas, podem fazer com que o indivíduo se porte de maneira inadequada e tenha prejuízos em sua saúde e em seus relacionamentos.

Agora eu poderia lhe dizer que para alcançar o equilíbrio emocional é importante manter uma alimentação balanceada, praticar atividades físicas, exercícios de respiração e relaxamento. Além disso, para que você possa estruturar metas e objetivos de curto, médio e longo prazo para sua vida, é importantíssimo desenvolver a habilidade de autoliderança.

Desenvolvendo a musculatura emocional necessária, você atingirá suas metas com serenidade nos olhos, alegria em seguir em frente, e, com disciplina suficiente para transformar seus objetivos em resultados.

Descubra por si mesmo! Comece este movimento já!

Luiz Filipi Nascimento
Administrador CRA – ES 25692
Treinador ComportamentalMaster Coach Trainer

Conheça cursos que podem  alavancar a sua vida (link: http://www.marzen.com.br/evento/workshop-leader-coach-life/)